“Ficheiros Secretos”: As revelações do último episódio

As fotos do final da renascida série “Ficheiros Secretos” mostram o regresso de uma cara familiar. Volta mais uma cara conhecida para o final da renovada série de “Ficheiros Secretos”: além de The Smoking Man (William B. Davis), que surge numa pré-visualização, Annabeth Gish vai voltar a vestir a pele da agente Monica Reyes, no sexto […]
  • Analisemos o que correu bem: gostei da economia com que, ao fim de um episódio Mulder e Scully estão de volta à acção, sem se perder tempo nenhum em justificar este regresso. Anderson e Duchovny estão em grande forma e regressaram sem esforço à familiar dinâmica. Gostei do equilíbrio entre os episódios da mitologia e os monstros-da-semana, fiel ao espírito original e, algo antiquado em relação à TV que se faz hoje em dia. O grande problema foi ao nível da escrita. Aquele que era um dos pilares da série nos seus melhores momentos falhou desta vez. Os episódios de Chris Carter, My Struggle, Babylon e My Struggle II foram especialmente culpados neste departamento. Ao tentar incutir significados e temas importantes nas suas histórias, Carter deixa à mostra as costuras todas e coloca na boca dos seus personagens aquilo que deveria ser demonstrado através de acção. Este é um sentimento que tenho também em relação aos medianos Founder’s Mutation e Home Again, de James Wong e Glenn Morgan respectivamente. O dilema e peso emocional que dão às personagens, nomeadamente a Scully, referente ao filho que abandonaram, remete para as temporadas 8 e 9 da série. Ora, sendo as temporadas menos populares que, pessoalmente, nunca vi, o tema não ecoa como pretendido pelos autores e, apesar da entrega dos actores, esta revela-se ingrata e desperdiçada em cenas que parecem esbanjar o precioso tempo da curta duração de uma temporada de apenas seis episódios. Mesmo o divertido Mulder & Scully Meet the Were-Monster do sempre fiável Darin Morgan pára a meio para, em vez de a história se revelar a si própria através das acções dos protagonistas, estes conversarem(!) e explanarem(!!) sobre, não só a trama, como o tema do episódio.

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Mais Informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close